Skip to content

>Pax-6 e a origem dos olhos

by em julho 30, 2010

>

A biologia da evolução e do desenvolvimento (Evo-devo)  é um campo aberto de pesquisa que oferece diversos “problemas” biológicos a serem resolvidos. Alguns problemas, porém, recebem atenção especial. Um deles é a origem dos olhos.

Charles Darwin já o descreveu como um órgão de extrema perfeição e a turma do contra (contra-senso) costuma usá-lo como exemplo de um órgão tão complexo que não poderia ter outra origem que não a intervenção divina.

Para biólogos, resolver se os olhos evoluiram ou não é um problema sem graça, pois já foi resolvido há muito tempo (mais informações em Shubin et al., 2009, Nature). Um problema interessante é saber se todos os olhos complexos tem a mesma origem ou se evoluíram de forma independente. E é este problema que Suga e colaboradores ajudaram a responder em recente artigo publicado na revista PNAS.

O desenvolvimento dos olhos de todos os animais bilatérios começa com a atividade do fator de transcrição Pax-6. As águas-vivas (medusas) pertencem ao grupo de animais de parentesco mais distante do nosso e possuidores de olhos complexo. Porém estas aparentemente não possuiam gene pax que desempenhasse função na formação de olhos.

Hiroshi Suga e colaboradores, trabalhando no laboratório de Walter Gehring em Basel na Suiça, foram capazes de identificar um gene da família Pax, chamado de pax-A, em águas-vivas. Os autores mostram que Pax-A é expresso nos olhos e ativa a expressão de genes da família opsina, que são também os genes-alvo do Pax-6 em vertebrados. Por fim, os autores mostram que a indução da expressão do Pax-A de água-vivas em moscas resulta na formação de olhos adicionais.

Este estudo mostra que a via gênica responsável pela formação de olhos complexos já estava presente no ancestral comum entre humanos e cnidários. Sim, o olho, de fato, é uma estrutura fantástica e de extrema complexidade. E será que a seleção natural teve tempo pra inventá-lo?  Hoje sabemos: teve, e só o fez uma vez, há mais de meio bilhão de anos. Desde de então, só precisou fazer upgrades.

From → Uncategorized

6 Comentários
  1. >Olá, achei muito interessante o artigo. Eu estava com essa dúvida algum tempo atrás quando comecei a ver Cnidários no meu curso. O artigo ajudou a entender e a sanar a dúvida, legal.Visite meu blog:www.nano-macro.com

  2. >Interessante!

  3. >Isso reforça o conceito lindo de "homologia profunda" entre as espécies. A algum tempo pensávamos que os olhos evoluiram diversas vezes, mais de uma dezena, de forma convergente, mas no ultimo ancestral comum aos bilatérios, o hipotético Urbilatéria, as fotocélulas possivelmente ja estavam presente…O máquinário pode ser "escondido" nesses dominios pareados, mas o resultado deles é essa explosão da visão animal!!!parabens pelo curto e adorável texto!

  4. >Wesley, Emerson e Felipe: orbigado pelos comentários! Inspirado pelo comentário do Felipe, adicionei um link no texto para um artigo de revisão sobre homologia profunda (que discute a evolução do olho) escrito por Neil Shubin (com quem trabalho), Cliff Tabin e Sean Carroll.Vale a pena dar uma olhada!Abraços,Igor

  5. >Beleza de blog!Ótimo texto só pra variar!Eu tinha escrito um texto aqui, mas acabou que nao foi postado. No texto que eu havia escrito eu chamava atenção para o fato de que esse gene Pax também já foi encontrado em esponjas. E assim como em Cnidários, o gene "recuperou" os olhos de moscas mutantes. O artigo é da Hill e colaboradores, publicados agora em 2010!Grande abraço e continuem com esses belos textos!

  6. >Oi Emilio,obrigado por continuar visitando o blog!Vou dar uma olhada no artigo.Abraco

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: